Orientadores do Curso Argos

 

  Paulo Roberto Laraburu - Cel R/1 Artilharia

 Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB) e graduado pela Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN). Também é especialista em Política e Estratégia de Defesa, tendo realizado cursos na Escola Superior de Guerra (ESG), na Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME) e no Colégio de Defesa da Holanda. Cursou, também na UnB, Especialização em Relações Internacionais, Aperfeiçoamento em Política Externa Brasileira e Metodologia de Pesquisa Qualitativa em Relações Internacionais. Possui experiência como analista de cenários prospectivos de defesa. Quando no serviço ativo do Exército, foi instrutor da AMAN e do Curso de Altos Estudos Militares da ECEME, ocasião em que fez parte da banca do concurso de admissão à Escola. Serviu, também, na ONU (Angola) e no Ministério da Defesa. Comandou o Regimento Mallet (Santa Maria, RS).  Ao deixar o serviço ativo, elegeu as áreas temáticas de Segurança Internacional, Defesa e Geopolítica como foco de seu interesse acadêmico. Atualmente, é professor de Relações Internacionais do Curso de Diplomacia de Defesa (CDiplod) e Coordenador do Curso Superior de Política e Estratégia (CSUPE), ambos da ESG – CampusBrasília, além de orientar a preparação de candidatos ao concurso de admissão à ECEME.

 

Gustavo de Souza Abreu – Cel R/1 Infantaria

Doutor em Ciências Militares (ECEME), Mestre em Direito das Relações Internacionais (Uniceub), especialista em Relações Internacionais (UnB) e Strategy and Defense Policy (CHDS, NDU, Washington-DC). É professor de Direito Internacional, Relações Internacionais, Defesa Nacional e Metodologia do Trabalho Científico na Escola Superior de Guerra Campus Brasília e IES privadas em Brasília. No Exército Brasileiro foi instrutor do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) e do Jungle Operations Training Center (USArmy JOTC), Observador Militar e Eleitoral da Missão de Paz da ONU em Moçambique (ONUMOZ), Chefe da Seção de Doutrina e Pesquisa do Comando Militar da Amazônia, Oficial de Gabinete do Comandante do Exército e Comandante do CIGS. No Ministério da Defesa foi Gerente de Políticas Setoriais da Chefia de Assuntos Estratégicos, período em que tratou de temas relacionados a Amazônia, meio ambiente, faixa de fronteira, integração nacional e questões indígenas. É autor dos artigos: O modelo brasileiro de faixa de fronteira: um imperativo estratégico a ser mantido ou uma concepção ultrapassada?(Revista A Defesa Nacional, n. 815, 2009), O Estado diante da internacionalização invisível da Amazônia (Revista da ESG, n. 54, 2012), Efeitos político-jurídicos da não institucionalizada paradiplomacia no Brasil (Revista Brasileira de Políticas Públicas, v. 3, n. 2, 2013) e Amazônia: a Geopolítica como instrumento fundamental para as formulações políticas e estratégicas de desenvolvimento, preservação
ambiental e segurança 
(Cadernos de Estudos Estratégicos da ESG, 02 /2018). É autor do livro: Amazônia: o enigma da segurança (Curitiba: Editora Primas, 2018). 

 

Francisco Carlos Sartorio Estoducto - Cel R/1 Artilharia

Bacharel em Ciências Militares – Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e em Ciências Jurídicas e Sociais – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mestre em Aplicações Militares – Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO) e em Ciências Militares - Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME).  Realizou o Curso Superior de Defesa na Escola Superior de Guerra (ESG/RJ) e o de Política, Estratégia e Alta Administração do Exército na ECEME.

Pós-graduado em Direito Militar – Universidade Castelo Branco, em Ciências Militares – ECEME e pós-graduando em Direito Constitucional – Faculdade Dom Alberto. Possui MBA em Administração, Política e Estratégia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV/RJ) e, ainda, o Curso de Direito dos Conflitos Armados realizado em Ankara (Turquia)

 

Foi comandante da 6ª Bateria de Artilharia Antiaérea - Santa Maria e do 6° Grupo de Artilharia de Campanha – Rio Grande.

 

Antes de ingressar na Reserva, servia no Centro de Estudos Estratégicos do Exército, onde exerceu a função de Coordenador do Núcleo de Estudos Prospectivos, coordenando pesquisas nas áreas de Geopolítica e Estratégias Militares, Forças Armadas e História Militar, Conflitos Armados e Operações de Paz e Gestão e Economia de Defesa.